Quarta, 12 de maio de 2021
82 99669-5352
Cidades

01/05/2021 às 13h22 - atualizada em 02/05/2021 às 17h14

Felipe Farias

Maceió / AL

Ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro leva milhares à orla no 1º de Maio
No lugar de manifestação dos segmentos de esquerda, como de costume, feriado foi marcado por ato público de movimentos da direita
Ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro leva milhares à orla no 1º de Maio
Milhares de apoiadores se reuniram para protestar contra perda de empregos por medidas 'de governadores', segundo eles.

Uma carreata organizada pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro marcou o feriado de 1º de maio, na orla de Maceió. De acordo com o vereador Leonardo Dias (PSD), um dos participantes do evento, cerca de 800 a mil veículos participaram.


Houve buzinaço e a maioria dos carros trazia bandeiras do Brasil. Os organizadores também levaram dois trios elétricos e um uma grande faixa com dizeres de apoio ao presidente.


A fila de carros que participaram ia do cruzamento da avenida Álvaro Calheiros com a rua Carlos Nogueira (onde fica o bar Divina Gula) até o trecho da concentração, a entrada/saída do Corredor Cultural Vera Arruda, diante da praia.



Em postagem em redes sociais, os organizadores divulgaram cartaz com os dizeres “acabou a paciência” e relacionando itens que, supostamente, motivariam a manifestação, que – ainda segundo eles – foi realizada em mil cidades por todos o país: o voto impresso, Lula na cadeia (numa alusão ao ex-presidente), fora Alexandre de Moraes (referência ao ministro do STF), fim das ilegalidades no STF e fechado com Bolsonaro 2022.


O banner é assinado por quatro movimentos: Mural, Avança Brasil, Foro de Maceió e Movimento Brasil. Segundo Dias, coube a estes a organização do ato.



Cartaz em um dos trios citava ainda “Intervenção federal”.


Antes de a carreata sair e durante o deslocamento, muitos outros motoristas que passavam em sentido contrário buzinavam para dar apoio à manifestação.


Durante todo o período de concentração, os organizadores soltaram rojões e reafirmaram convite para a visita de Bolsonaro a Maceió, na próxima quinta-feira (6). Segundo eles, o local da concentração para outra manifestação, alusiva à visita, será divulgado posteriormente.


De acordo com o vereador, o ato público respeitou as normas de segurança: “por ser uma carreata, não traz riscos”.


Questionado sobre fazer um ato público em apoio ao governo responsabilizado diretamente pela má gestão da pandemia, que causou 400 mil mortes em todo o país, Dias admitiu que todos têm alguém que perdeu para a pandemia, “mas, não podemos perder de vista que a vida continua”.



Ele disse ainda que o ato público seria uma cobrança pelo retorno às atividades, pelo impacto das medidas de restrição adotadas por governadores, como o isolamento social e fechamento de setores como bares e restaurantes.


“Somente no último mês perdemos mais de oito mil empregos”, denunciou Dias.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados