Quinta, 20 de janeiro de 2022
82 99669-5352
Esportes

14/01/2022 às 08h31

Leonardo André, sob supervisão

Maceió / AL

Projeto Judô na Guarda tem inscrição aberta para novos integrantes
Alunos formados pelo projeto também dão aulas aos novos integrantes
Projeto Judô na Guarda tem inscrição aberta para novos integrantes
Com alunos de idade mínima a partir de quatro anos, as aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 19h Foto: Erika Santana/Ascom Semscs

O Projeto Judô na Guarda, ofertado pela Guarda Municipal de Maceió (GMM), tem vagas abertas para guardas, parentes de agentes e a população em geral. Até agora, o projeto conta com mais 172 alunos inscritos esse ano.


Com alunos de idade mínima a partir de quatro anos, as aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 19h. E aos sábados, das 8h30 às 12h30, na Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal (APCEF), na Garça Torta.


Para quem quer fazer parte do projeto, basta comparecer ao quartel da Guarda Municipal, na Avenida Theobaldo Barbosa, no Conjunto Joaquim Leão, e preencher um formulário. No caso de menores de idade, o documento deve ser preenchido pelo responsável legal. É necessário ainda que o aluno disponha do seu próprio kimono. Os interessados também podem entrar em contato para ter mais informações pelo número (82) 99922-5179.


O Judô na Guarda é desenvolvido pelo agente e sensei Iran Cândido, com as aulas realizadas no prédio sede da GMM, no bairro do Vergel do Lago. São atendidos públicos de diferentes faixas etárias e até pessoas com deficiência, e vai além do esporte, tendo um importante papel social ao passar lições de cidadania.


“Muita gente observa a segurança pública pelo viés da punição. Nós preferimos observar pelo prisma da prevenção e formação do cidadão. O projeto de Judô na Guarda é considerado por alguns órgãos como o melhor projeto de inclusão social através do esporte em Alagoas. A comunidade local abraça a instituição Guarda Municipal por saber que seus filhos e parentes fazem parte dessa história. Já temos alunos que, atualmente, são professores e auxiliam no projeto”, contou o sensei Iran.


Formado faixa preta pelo projeto e hoje professor, Jessé Batista, 20, faz parte da iniciativa esportiva há oito anos. “O judô vai além da atividade física com sua função ideológica e de valores. Aqui, aprendi muita coisa sobre persistência, a não abaixar a cabeça e enfrentar meus medos. Essa filosofia me auxiliou na minha vida inteira e é incrível poder passar isso adiante, ensinando tudo que tive a oportunidade de aprender”, afirmou o jovem.


Com alunos de idade mínima a partir de quatro anos, as aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 19h.


O Judô na Guarda acontece em parceria com o Instituto Cândido Teles, a Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC) e a Federação Alagoana de Desporto Universitário (FADU).

FONTE: Com Ascom Semscs

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados