Segunda, 23 de maio de 2022
82 99669-5352
Cidades

20/01/2022 às 06h27

Acta

MACEIO / AL

Alexandre Ayres determina apuração sobre vacinação infantil antes de autorização da Anvisa
Levantamento já está sendo providenciado pelos técnicos da Secretaria de Estado da Saúde
Alexandre Ayres determina apuração sobre vacinação infantil antes de autorização da Anvisa
Alexandre Ayres determina apuração sobre vacinação infantil antes de autorização da Anvisa - Foto: Ascom

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, determinou, nesta quarta-feira (19), que seja investigada imediatamente a informação sobre as 305 crianças e adolescentes alagoanos que supostamente teriam sido imunizados contra a Covid-19 com vacinas diferentes e em período anterior ao autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Ayres reafirmou, através de uma publicação em suas redes sociais, a total confiança nos profissionais de saúde alagoanos e destacou que erro pode ter sido causado por uma inconsistência no sistema, pois, uma recém-nascida alagoana está com registro de vacinação contra Covid-19 em Alagoas e outros dois estados, segundo registro dos dados divulgados pela Rede Nacional de Dados da Saúde.


Boa noite, pessoal! Após a divulgação de que 305 crianças teriam sido vacinadas em Alagoas antes da autorização da Anvisa e com imunizantes diferentes do permitido, informo que determinei a imediata apuração das informações junto aos municípios apontados, ao tempo em que reafirmo o nosso compromisso com a vacinação contra a Covid-19 e a total confiança nos profissionais de saúde. Apresentarei a sociedade o resultado da apuração em respeito à transparência que tenho conduzido esse enfrentamento”, disse Ayres em suas redes sociais.


O levantamento já está sendo providenciado pelos técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em Alagoas e será encaminhado para Brasília. Alexandre Ayres não descarta a possibilidade de ter acontecido falha humana no abastecimento dos dados de vacinação ou até mesmo da falha ter acontecido após ao ataque hacker que o Sistema de Saúde brasileiro sofreu em 2021.

FONTE: Com informações da SESAU

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados