Sexta, 01 de julho de 2022
82 99669-5352
Geral

20/05/2022 às 15h13 - atualizada em 20/05/2022 às 20h49

Derek Gustavo

Maceió / AL

Pescador que sobreviveu a naufrágio em Maceió: 'Nossa embarcação virou'
Eram quatro ocupantes na jangada. Três seguem desparecidos. Bombeiros realizam trabalho de resgate.
Pescador que sobreviveu a naufrágio em Maceió: 'Nossa embarcação virou'
Ubirajara Silva dos Santos foi resgatado com vida após naufrágio de jangada de pescadores em Maceió. FOTO: reprodução/TV Gazeta

Ubirajara Silva dos Santos, 27 anos, é um dos quatro pescadores que estavam na jangada que naufragou em Maceió na quarta-feira (18). Ele nadou por cerca de 24 horas e foi resgatado com vida. Os outros ocupantes do barco ainda não foram encontrados. O Corpo de Bombeiros segue realizando buscas.


Em vídeo publicado pelo portal Gazetaweb, o pescador relatou os momentos de desespero que ele e os amigos viveram quando o motor da embarcação parou de funcionar.


"Nossa embarcação virou. Nossa maior preocupação era o Railton, que não sabia nadar. Quando olhei para os camaradas que estavam segurando na jangada, eles estavam apreensivos", relata Ubirajara.


Diante dessa situação, ele decidiu pular do barco.


"Como eu tenho certa experiência no mar, já que desde jovem nadava na Jatiúca, e para não fazer peso na jangada, disse que ia tentar chegar na margem [e pedi a eles para que ficassem] segurando e fazendo sinalização, para os outros barcos, para os pescadores [os ajudarem]", conta.


Ubirajara conta ainda que, antes de entrar na água, ouviu do pastor Jackson um voto de "Deus seja convosco". "Falou meio apreensivo", pontua.


Ele entrou na água por volta das 20h. Nadou até às 6h da manhã até que foi levado pela maré e foi parar em terra, sendo resgatado na noite da quinta (19) em Lagoa Azeda.


O Corpo de Bombeiros deu início ao segundo dia de buscas nesta sexta. Ainda não há informações sobre o paradeiro dos outros três ocupantes da jangada. 


Quem tiver informações que possam ajudar as equipes de resgate, pode ligar para o 193, número do CBM.

FONTE: com informações do g1 Alagoas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados