Quinta, 18 de agosto de 2022
82 99669-5352
Brasil

03/07/2022 às 13h21

Acta

MACEIO / AL

Liderança de caminhoneiros ameaça: ‘não vou avisar a data’.
Categoria está insatisfeita com auxílio e não descarta possível paralisação em todo o país
Liderança de caminhoneiros ameaça: ‘não vou avisar a data’.
Conhecido como Chorão, Wallace Ladim fez campanha para Bolsonaro, mas hoje critica ações do governo. (Foto: reprodução/arquivo pessoal)

Mesmo com a aprovação em dois turnos da PEC 1/2022 pelo Senado, que viabiliza a criação do “voucher caminhoneiro”, a categoria não se dá por satisfeita e não descartou uma possível paralisação em todo o país. De acordo com Wallace Landim, principal líder dos caminhoneiros e presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), a medida é claramente eleitoreira e não atende aos motoristas rodoviários.


“Eu estou trabalhando para uma organização de todos os segmentos de toda a sociedade porque a gente precisa fazer alguma coisa. Não descartamos a paralisação dos caminhoneiros, mas não vou avisar a data. Toda vez que antecipamos eu recebo uma enxurrada de liminares antes do ato, com multas pesadas”, revela Chorão em conversa com o Congresso em Foco.


Para o líder dos caminhoneiros, a corrida para a aprovação da PEC 1/2022 mostra que o governo está perdido. Além disso, a paciência dos caminhoneiros, que já não acreditam mais nas promessas de Bolsonaro, estaria no fim.

FONTE: Vanessa Lippelt – Congresso em Foco

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados