Quinta, 18 de agosto de 2022
82 99669-5352
Saúde

05/08/2022 às 15h58 - atualizada em 05/08/2022 às 19h25

Acta

MACEIO / AL

Varíola dos macacos: Alagoas tem 13 casos em investigação, diz Sesau
Dentre esses casos, há um homem que está internado no Hospital Escola Dr. Helvio Auto, em Maceió.
Varíola dos macacos: Alagoas tem 13 casos em investigação, diz Sesau
Até o momento, nenhum caso foi confirmado. Foto: Reprodução

Alagoas tem 13 casos suspeitos de varíola dos macacos em investigação. Um deles, por conta do agravamento dos sintomas, está internado no Hospital Escola Dr. Helvio Auto (HEHA), em Maceió. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nesta sexta-feira (5).


Mais cedo, o HEHA informou que havia notificado 8 casos até esta sexta.


O paciente internado é um homem, que deu entrada na unidade de saúde na quinta (4), por piora dos sintomas e aumento das lesões na pele.


Com esses casos, o total de notificações de casos suspeitos no estado chega a 14. Um desses, proveniente de Messias, já foi descartado.


Os outros 13 casos estão localizados em:


Maceió (7)


Rio Largo (3)


Ouro Brando (1)


Inhapi (1)


Penedo (1)


A Sesau informou em nota que todos esses casos estão sendo monitorados pelas Vigilâncias Epidemiológicas dos Municípios.


Com exceção do paciente internado no HEHA, todos os outros estão em isolamento domiciliar. Assim que o período for cumprido, estão liberados.


A Sesau ressalta que os resultados dos exames de diagnóstico da Monkeypox ainda não têm data para divulgação, uma vez que são processados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. Para isso, o material biológico é coletado pelo Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) e encaminhado para a capital carioca, por meio de uma transportadora contratada pelo Ministério da Saúde (MS).


O HEHA reforçou os cuidados que devem ser tomados por todos para prevenção da doença:


> evitar o contato próximo com pessoas infectadas ou com suspeita de infecção;


> reduzir o número de parceiros sexuais;


> não compartilhar objetos pessoais  (talheres, roupas, roupas de cama e toalhas);


> higienizar sempre as mãos;


> utilizar a máscara.

FONTE: Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados