Quarta, 30 de novembro de 2022
82 99669-5352
Política

29/09/2022 às 19h51 - atualizada em 29/09/2022 às 19h53

Acta

MACEIO / AL

TRE-AL e OAB assinam termo de cooperação que garante mais fiscalização no processo eleitoral
Ordem vai indicar representantes para percorrer zonas eleitorais e auxiliar Tribunal na garantia da lisura do pleito
TRE-AL e OAB assinam termo de cooperação que garante mais fiscalização no processo eleitoral
No próximo domingo, dia da votação, advogados estarão em vários municípios acompanhando as atividades capitaneadas por magistrados e promotores eleitorais. Foto: TRE-AL

Os presidentes do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) e da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL), desembargador Otávio Leão Praxedes e Vagner Paes Cavalcanti Filho, assinaram, na tarde desta quinta-feira (29), um termo de cooperação que garante que advogados indicados pela OAB/AL acompanhem todos os atos do processo eleitoral deste ano.


A Ordem, através da Comissão de Auditoria e Fiscalização das Eleições Gerais de 2022 e do Observatório Eleitoral, acompanhou a geração das mídias e o processo de carga e lacração das urnas eletrônicas. No próximo domingo, dia da votação, advogados estarão em vários municípios acompanhando as atividades capitaneadas por magistrados e promotores eleitorais.


“Fico muito feliz em ter a participação ativa da OAB Alagoas em todas as etapas de fiscalização das eleições, legitimando e dando ainda mais transparência aos atos da Justiça Eleitoral. É o tipo de parceria que garante uma aproximação maior do TRE com a sociedade e valida tudo que ocorrer no dia do pleito”, comemorou o desembargador Otávio Leão Praxedes.


Para o presidente da OAB/AL, Vagner Paes Cavalcanti Filho, o termo de cooperação assegura maior transparência e lisura ao pleito. “A Ordem reafirma o compromisso com a democracia, com as instituições republicanas e, sobretudo, com a máxima confiança no resultado das urnas eletrônicas. A OAB estará vigilante e atenta, atuando para subsidiar todos os possíveis vícios e ilegalidades em relação aos candidatos e durante todo o dia da votação”, destacou.


De acordo com Davi Lima, coordenador do Observatório Eleitoral da OAB/AL, todos os juízes eleitorais serão comunicados oficialmente pelo TRE sobre a decisão, o que deve facilitar o trabalho de fiscalização. “Além de atuar na fiscalização no dia da votação, nós também acompanharemos, no próximo sábado, o sorteio de urnas que passarão pela votação paralela que, pela primeira vez, acontecerá na sede da Ordem”, frisou.

FONTE: TRE

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados