Quarta, 30 de novembro de 2022
82 99669-5352
Economia

04/10/2022 às 20h17 - atualizada em 05/10/2022 às 16h45

Acta

MACEIO / AL

Elon Musk volta atrás e aceita comprar Twitter pelo preço original, diz imprensa dos EUA
Segundo Bloomberg e Washington Post, empresário teria aceitado negociação por cerca de US$ 44 bilhões. Notícia vem na mesma semana em que Musk deporia no processo judicial do qual virou alvo por ter desistido da compra.
Elon Musk volta atrás e aceita comprar Twitter pelo preço original, diz imprensa dos EUA
Segundo reportagens, equipe jurídica de Musk via chances baixas de vencer processo judicial — Foto: Reuters

O bilionário Elon Musk voltou atrás e aceitou comprar o Twitter por cerca US$ 44 bilhões (R$ 230 bilhões), o preço original da negociação, reportaram nesta terça-feira (4) os jornais Bloomberg e Washington Post com base em fontes que estariam acompanhando a negociação de perto.


O empresário ainda não se pronunciou. O Twitter, por sua vez, afirmou que recebeu a carta que os representantes de Musk protocolaram na SEC, órgão dos EUA equivalente à Comissão de Valores Mobiliários, e reiterou que "a intenção da companhia é fechar a transação em US$ 54,20 por ação", como havia sido combinado.


A notícia vem na mesma semana em que estava previsto o depoimento de Musk em um tribunal de Delaware, nos EUA, por conta da batalha judicial entre ele e a empresa.


O processo judicial começou em julho, depois que ele anunciou que sairia da negociação. Na ocasião, Musk afirmou que deixaria o acordo porque não tinha sido informado corretamente sobre a quantidade de contas falsas e de spam na plataforma.


O Twitter, por sua vez, diz que seguiu o que estava previsto e que o empresário foi quem descumpriu a negociação. Por isso, a empresa entrou na Justiça contra Musk.


O que dizem as reportagens


De acordo com o Washington Post, acionistas do Twitter consideram a proposta, mas alguns dos líderes da empresa ainda estão céticos e suspeitam que a nova oferta possa ser uma manobra judicial.


O portal da Bloomberg acrescenta que Musk teria voltado atrás porque sua equipe legal percebia que provavelmente não conseguiria vencer a disputa judicial.


As primeiras decisões do pré-julgamento a favor do Twitter e a dificuldade para provar que a rede social teria falhado com os termos do contrato teriam pesado neste sentido, diz as reportagens.

FONTE: g1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Tecnologia e games

Tecnologia e games

Blog/coluna Tudo sobre tecnologia e games em um só lugar!
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados