Terça, 31 de janeiro de 2023
82 99669-5352
Cultura

14/11/2022 às 11h32

Acta

MACEIO / AL

Morreu Moacir Sant’Ana, fundador do Arquivo Público do Estado Professor morreu nesse domingo (13); governador
Paulo Dantas decretou luto de três dias em memória do professor
Morreu Moacir Sant’Ana, fundador do Arquivo Público do Estado Professor morreu nesse domingo (13); governador
Moacir Medeiros de Sant’Ana dedicou mais de quatro décadas ao Arquivo Público de Alagoas (APA), no qual deixou legado valioso. (Foto: arquivo pessoal)

O fundador do Arquivo Público de Alagoas (APA), Moacir Medeiros de Sant’Ana, faleceu nesse domingo (13), em Maceió. Advogado, professor e doutor em História, reconhecido por notório saber, dedicou mais de quatro décadas à instituição e deixou um legado valioso em obras literárias e históricas. O sepultamento foi realizado no cemitério Parque das Flores.


O governador Paulo Dantas, por meio de suas redes sociais, prestou solidariedade à família e, reconhecendo a grandeza dos serviços prestados a toda comunidade alagoana, decretou luto de três dias, em memória ao primeiro diretor do Arquivo Público do Estado.


“Lamento o falecimento do professor e historiador Moacir Sant’Ana, neste domingo. Professor Moacir, de tanta contribuição à preservação da memória histórica e cultural de Alagoas, foi o primeiro diretor do Arquivo Público do nosso Estado. Meus sentimentos de pesar aos seus amigos familiares”, escreveu o governador.


O professor Moacir Sant’Ana completou 90 anos no dia 25 de setembro deste ano, destes, mais de 40 foram dedicados a reunir e resguardar o acervo documental administrativo do Estado, livros raros e uma vasta coleção de periódicos que registram séculos de história e estão protegidos no APA.


Homenageado e imortalizado


Destacado como patrono e primeiro “Guardião da Memória Alagoana”, Moacir Sant’Ana foi o grande responsável por iniciar a trajetória de mais de 60 anos de preservação da documentação histórica e administrativa do Estado de Alagoas. Para homenageá-lo, o APA criou, em 2020, o Moacirzinho, um personagem mirim, inspirado nele, para dialogar com o público infanto-juvenil. Tudo para estimular, desde criança, o amor pela pesquisa sobre Alagoas.


Foi a abnegação e dedicação quase exclusiva à pesquisa que fez Moacir Sant’Ana ser recomendado pelos ilustres Théo Brandão e Jayme de Altavilla para ser o primeiro diretor do Arquivo Público de Alagoas. Seu legado foi construído com muito zelo, após o resgate dos documentos dos porões do Museu Palácio Floriano Peixoto, sua vida girou em torno da consolidação de um espaço seguro para documentação pública e que pudesse ser acessível aos pesquisadores.


“Nesse momento de dor, onde a saudade vai permanecer em nossos corações enquanto vivermos, nós buscamos também expressar nossa gratidão e reconhecimento ao trabalho abnegado que ele dedicou, proporcionando, a todos nós, acesso a fontes primárias de pesquisas e um espaço para cultivar a cultura alagoana”, disse a superintendente do APA, Wilma Nóbrega.


O amor de um pesquisador


Noites em claro, debruçado na identificação e catalogação de documentos raros que revelam a história de Alagoas, eram cenas frequentes na vida da família, como revelou uma das filhas, Ana Roberta, em postagem nas redes sociais do APA, no ano passado.


“No Arquivo Público, entre tantas gavetas guardiãs da memória sobre Alagoas, e são muitas, adorava me debruçar na coleção fotográfica de Luiz Lavenère que foi doada ao meu pai e este, por sua vez, doou ao Arquivo”, contou.


“Era um deleite ver as fotos em vidro, e os negativos, era como ter Maceió em minhas mãos. Época não vivida por mim, mas eu mergulhava na história, pois o professor Moacir estava lá para acrescentar a cada fotografia a história não contada”, relembrou.


A gestão do professor Moacir no APA durou mais de 45 anos, com início em 20 de fevereiro de 1962 e encerramento em 4 de junho de 2007, mas o reconhecimento por sua contribuição física e intelectual ao APA permanecerá para as futuras gerações.

FONTE: Renata Bertolino / Agência Alagoas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2023 :: Todos os direitos reservados