Terça, 31 de janeiro de 2023
82 99669-5352
Brasil

29/11/2022 às 17h47 - atualizada em 29/11/2022 às 20h10

Acta

MACEIO / AL

Polícia Civil prende quadrilha que aplicava golpe do ‘Boa noite Cinderela’ no RJ
Uma das vítimas chegou a ficar internada por dois dias na UTI do Hospital Miguel Couto por causa do efeito dos medicamentos. Criminosos chegavam às vítimas por aplicativos de relacionamento.
Polícia Civil prende quadrilha que aplicava golpe do ‘Boa noite Cinderela’ no RJ
Entres os presos está um ator pornô. FOTO: reprodução

A Polícia Civil realizou, na manhã desta terça-feira (29), uma operação contra uma quadrilha que aplicava o golpe conhecido como “Boa noite Cinderela”. Os agentes buscam cumprir cinco mandados de prisão. Quatro deles haviam sido cumpridos às 8h20.


As investigações são da 14ª DP (Leblon). Foram presos Pedro Paulo Neto da Silva, conhecido como Kaio Pantera; Marlon Bouchud Falco, Gabriel de Souza Assis, Maurício Vinícius Antunes da Conceição e Fabio de Brito da Silva, ator de filmes adultos gays, mais conhecido como "Arthur Reizinho".


Os criminosos utilizavam um aplicativo de namoro para marcar encontros com as vítimas e dopá-las. Uma delas chegou a ficar internada por dois dias na UTI do Hospital Miguel Couto, na Zona Sul da cidade, por causa do efeito dos medicamentos.


"É uma quadrilha perigosa, que dopa as vítimas durante os encontros. Eles marcam os encontros por aplicativos de relacionamento. A pessoa não sabe com quem está se encontrando, chega ao local e percebe que é uma pessoa que tem a intenção só de dopá-los para levar todos os pertences da casa e também fazer pix, pegando a senha da pessoa", afirmou a delegada Daniela Terra, que liderou as investigações.


A quadrilha foi desmascarada graças a uma das vítimas, que prestou queixa. A delegada destaca que muitas pessoas que são alvo deste tipo de golpe possuem vergonha de denunciá-lo, mas que é preciso entrar em contato com as autoridades policiais.


"Muitas pessoas têm vergonha de ir até a delegacia e falar sobre a ocorrência porque ficam com vergonha. Não é para ficar com vergonha. Até porque isso acontece. É uma nova realidade. As pessoas utilizam aplicativos de relacionamento e o fim do aplicativo não é para roubar e dopar, mas é preciso tomar certos cuidados e ir à delegacia fazer o registro", alertou a delegada.


A vítima que denunciou o grupo conseguiu reunir informações, como imagens de câmeras de segurança, e outros dados que auxiliaram os policiais.


Outras equipes de agentes buscam os outros alvos da operação.


Quadrilha


De acordo com Daniela Terra, os criminosos foram presos por roubo, roubo qualificado e extorsão. A delegada afirma que eles também podem ser enquadrados por tentativa de homicídio, já que pelo menos uma das vítimas chegou a ficar em estado grave por causa do golpe.


De acordo com a delegada, Kaio Pantera coordenava o funcionamento do grupo criminoso, que agia de maneira organizada.


“O Pantera era um dos que coordenava todos eles. Ele tinha um papel principal nesta quadrilha e era um dos responsáveis por distribuir os garotos de programa e mudar os perfis, de acordo com os programas que eram feitos”, destacou Daniela Terra.


Os dois homens negaram as acusações ao serem presos.


Os agentes informaram que encontraram entorpecentes no apartamento onde estavam os dois alvos da operação. Segundo a delegada, eles eram usados para dopar as vítimas e para uso próprio.


Veja dicas do Ruslan Queiroz para se proteger dos golpes digitais:


FONTE: g1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2023 :: Todos os direitos reservados