Terça, 18 de junho de 2024
82 99669-5352
Blogs

16/02/2023 às 13h43

Felipe Farias

Maceió / AL

Aterrador 2: falas de quem foi apoiador reflete o ideário bolsonarista
Um diz que 'pobre não sabe' o que é direita ou esquerda; para o outro, exploração infantil é empreendedorismo
Aterrador 2: falas de quem foi apoiador reflete o ideário bolsonarista

Como disse em outro comentário, publicado neste mesmo espeço, é aterrador – para além das notícias, em si, já horríveis – ver comentários de gente que ainda sai em defesa de um notório genocida.


Sim, me refiro ao ex-presidente Jair Bolsonaro, em uma das muitas mazelas recentes – em que se vê incontestável envolvimento, seja como inspirador, incitador, aliado de quem o cometeu, defensor da prática ou alguém próximo.


Daí se apreendam das recentes falas de ex-apoiadores, como o presidente do Banco Central Roberto Campos Neto ao ex-ministro e agora governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, à tragédia humanitária com o povo Yanomami, em Roraima, ao que foi perpetrado por ordem da ex-primeira-dama com peixes do Palácio.


Uma pessoa que nada fez de produtivo, só defende a morte, minimizou-a ("não sou coveiro"), não tem empatia, vê adversários como inimigos (e defende metralhá-los); não respeita e não tolera o contraditório; é misógino, racista, vulgar, covarde e negacionista (indo de encontro à própria lógica do ser humano que, em vez de elevar o saber e o conhecimento, os desmerece e amaldiçoa).


Alguém que, sendo hipócrita, apregoa ser "cidadão de bem" e descaradamente comete crimes que o levaram à prisão, expulsão do Exército, ser enquadrado por mentir e faltar com as obrigações que jurou cumprir.


Posar de defensor de valores quando, na prática, ele mostra que nem sabe o que são valores, dignidade, princípios e hombridade.


Enfim, para esses que o defendem, não é uma questão de posição ideológica, defesa do mito, imaturidade ou o ódio que ele despertou. É uma questão de caráter -de falta de cárter.


Parafraseando de modo mais contextualizado a máxima do "dize-me com quem andas…": "se numa mesa há dez nazistas e você se senta a esta mesa, então passará a haver onze nazistas".

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Com a Palavra

Com a Palavra

Blog/coluna Blog do programa Com a Palavra, que traz, toda semana, entrevistas com personagens relevantes da política e da sociedade alagoanas.
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados