Sábado, 18 de maio de 2024
82 99669-5352
Cultura

14/03/2023 às 19h56 - atualizada em 15/03/2023 às 08h33

Acta

MACEIO / AL

Governo de Alagoas e Ufal firmam parceria para realização da 10ª Bienal do Livro
Mais de 400 mil pessoas devem circular no evento programado entre os dias 11 e 20 de agosto no Centro de Convenções em Maceió.
Governo de Alagoas e Ufal firmam parceria para realização da 10ª Bienal do Livro
O reitor Josealdo Tonholo agradeceu a parceria e projetou que essa será a Bienal da retomada “do jeito que o povo alagoano gosta e merece”. FOTO: divulgação

O Governo de Alagoas será o grande parceiro no retorno do maior evento cultural e literário do estado: a Bienal Internacional do Livro de Alagoas, que terá sua 10ª edição entre os dias 11 e 20 de agosto no Centro de Convenções em Maceió. O governador Paulo Dantas recebeu nesta terça-feira (14), o reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Josealdo Tonholo, para firmar a parceria para a realização deste importante evento. 


“Nós vamos dar todo o suporte financeiro, técnico, de logística, e o que se fizer necessário e com muito entusiasmo. O governo vai unir todas as forças e esforços para que a Bienal seja um verdadeiro sucesso”, disse o governador, destacando as potencialidades do evento. O reitor Josealdo Tonholo agradeceu a parceria com o Governo de Alagoas e projetou que essa será a Bienal da retomada “do jeito que o povo alagoano gosta e merece”.


“Será uma bienal marcante e que terá como tema Defender a Vida, Proteger o Planeta e Humanizar a Sociedade. Mais de 400 mil pessoas devem circular por lá e vai ser efetivamente o maior evento do estado”, pontou o reitor que convidou o governador para ser o padrinho da Bienal. “Um governo que respeita a ciência, a tecnologia, a educação e a cultura. A Ufal tem orgulho de ser parceira do governo do estado e que é o seu parceiro preferencial”, completou.


A coordenadora-geral da 10ª Bienal do Livro de Alagoas, Sheila Maluf, destacou que serão gerados aproximadamente 700 empregos durante a Bienal. Com uma estimativa também de comercialização de R$ 5 milhões e mais de 10 mil pessoas capacitadas.  “Porque teremos oficinas, mesas redondas, fora as jornadas que também terão certificados. Tudo isso gratuito para a sociedade alagoana. O governo terá diversos estandes, como a  Biblioteca Pública com a Secult, Imprensa Oficial Graciliano Ramos, Uneal, Seduc, Arquivo Público com o Gabinete Civil, Seplag, Fapeal e Rádio Educativa”.


RETOMADA


A secretária de Estado da Cultura, Melina Freitas, ressaltou que será uma retomada extremamente importante da Bienal do Livro.  “Nós temos uma experiência já de parceria com a Ufal e considero esse momento determinante para o sucesso da próxima bienal. Não tenho dúvida que realizaremos mais uma vez um grande evento. Temos um governador que é parceiro e demonstra todo o interesse em dar o protagonismo para a educação, a cultura, a ciência e tecnologia e acredito que a experiência de participar e promover essa experiência para os alunos da rede pública, da rede privada e de estudantes do ensino superior é uma experiência única. Vamos tornar essa bienal um símbolo de toda a consciência que tem a cultura e a educação para esse governo”.


De acordo com o secretário de Estado da Educação, Marcius Beltrão, a bienal é um evento que fomenta a curiosidade das crianças, dos jovens em procurar a leitura. “Vou sugerir a equipe da Seduc de tentar transformar pelo menos dois dias letivos em visita a bienal do livro nas escolas demonstrando o quanto o governo de Alagoas apoia a cultura, a leitura, a arte e a alfabetização”. 


O secretário de Comunicação, Joaldo Cavalcante, ao destacar a importância do evento, que segundo ele é referência na arte e na literatura, disse que esteve recentemente conversando com o diretor-presidente da Imprensa Oficial, Maurício Bugarin e tomou conhecimento que “teremos 12 títulos para serem lançados através da bienal com 80% desses títulos de autoras alagoanas”, e sugeriu que com isso se formasse uma comissão por parte do governo do estado para definir a programação visual dos estandes, com uma linguagem única de participação para “que a gente possa potencializar a nossa participação”.


Estiveram no ato que formalizou a parceria, as secretárias Luiza Barreiros (Gabinete Civil);  Renata dos Santos (Fazenda); Gabriel Albino (Planejamento), além do suplente de senador Rafael Tenório, e representantes da Ufal.

FONTE: Agência Alagoas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados