Terça, 18 de junho de 2024
82 99669-5352
Cidades

18/03/2023 às 14h12

Alberto Lima

Maceió / AL

Desenvolvimento Sustentável realiza fiscalização em grandes geradores do Centro da cidade
Ação educacional visa orientar empresas sobre o descarte correto de seus resíduos
Desenvolvimento Sustentável realiza fiscalização em grandes geradores do Centro da cidade
Foto: Juliete Santos/Secom Maceió

Durante essa sexta-feira (17), as equipes de fiscalização da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) estiveram no Centro de Maceió visitando estabelecimentos considerados "grandes geradores", para fiscalizar a forma como tratam seus resíduos. A princípio, a ação tinha cunho didático e, por isso, contou com a participação dos educadores ambientais da Superintendência.


Ao todo, participaram das atividades mais de 30 pessoas, que estiveram em restaurantes, farmácias, óticas e lojas de calçado, responsáveis por gerar grandes quantidades de resíduos orgânicos e alguns especiais, como a resina utilizada nos exames oftalmológicos ou remédios inservíveis, que possuem regras específicas de destinação final.


Esvalda Bittencourt, que faz parte da comissão de coordenação de fiscalização da Sudes, explica que já enfrentou problemas com alguns comércios da região.


"Já realizamos algumas ações no Centro da cidade e fizemos flagrantes de destinação incorreta de resíduos especiais, que merecem uma atenção maior, já que podem causar acidentes com os garis ou até prejudicar o meio ambiente", disse.


Para Luanara Nascimento, funcionária de uma farmácia fiscalizada, a atividade é de extrema importância. "O ato de cuidar do meio ambiente significa cuidar do social como um todo. Atividades assim contribuem para a sustentabilidade, como fazemos aqui em nosso estabelecimento, evitando o desperdício e diminuindo a geração de resíduos", contou.


Por se tratar de um gerador de resíduo especial, as farmácias receberam um maior fluxo de fiscalização. Nos locais, os fiscais solicitaram a apresentação do contrato com a equipe privada, especializada para o serviço de coleta de remédios e outros materiais descartados pelos estabelecimentos. Nenhuma irregularidade foi encontrada nas redes visitadas.


As lojas de calçado, apesar de não gerarem resíduos especiais, são responsáveis pela geração de materiais recicláveis, como caixas de papelão e plásticos em geral, que podem ser recolhidos pelas cooperativas que atendem a área e também contribuíram com a ação: a Coopvila e a Cooplum.


Sobre isso, a vendedora Geane Ferreira, afirma que tem feito seu papel. "Nós sempre recebemos mercadorias com muitas caixas de papelão. Então, eu faço a separação para que seja dado a destinação correta. Agora, com essa ação, eu descobri que também posso entrar em contato direto com as cooperativas e solicitar que elas façam a coleta seletiva. Isso é muito bom", revelou.


Kedyna Tavares, diretora de planejamento e serviços especiais da Sudes, fortalece o trabalho realizado pelas cooperativas.


"O Centro da cidade possui diversos locais geradores de material reciclável. Então, é um ótimo lugar para as cooperativas atuarem e tirar do lixo comum esse tipo de resíduo, gerando renda para eles e aumentando a vida útil do aterro sanitário. Hoje nós mostramos para os responsáveis que é possível entrar em contato e solicitar essa coleta", afirmou.


Além dos servidores da Sudes, a ação contou com a participação da Guarda Municipal, que acompanhou os educadores e fiscais nas visitas realizadas.

FONTE: Alexandre Vieira/Ascom Sudes

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados