Terça, 18 de junho de 2024
82 99669-5352
Cidades

25/05/2023 às 15h00 - atualizada em 26/05/2023 às 08h08

Alberto Lima

Maceió / AL

OAB/AL vai acompanhar caso de injúria racial praticado contra prefeito
A fala do vereador foi gravada e ganhou grande repercussão na cidade
OAB/AL vai acompanhar caso de injúria racial praticado contra prefeito

Mais um caso de injúria racial foi registrado no estado pela Comissão de Promoção da Igualdade Racial da dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL). Desta vez, a situação envolveu um vereador do município de Boca da Mata, que teria praticado o crime durante uma sessão ordinária da Câmara Municipal. O alvo seria o prefeito da cidade, Bruno Feijó Teixeira.


Durante pronunciamento, o vereador teria citado uma festa de Dia das Mães promovida pela Prefeitura e utilizado os termos “macaco” e “macaco adestrado” para se referir ao prefeito da cidade, que não estava presente no momento em que os fatos ocorreram.


A fala do vereador foi gravada e ganhou grande repercussão na cidade, chegando até o prefeito, que prestou queixa na delegacia e fez um boletim de ocorrência. O gestor municipal também procurou a Comissão da OAB/AL para relatar os fatos.


A OAB/AL, por sua vez, por meio da Comissão de Promoção da Igualdade Racial, vai oficiar os órgãos responsáveis pela apuração da situação. Os ofícios serão enviados ao Ministério Público Estadual (MPAL), Polícia Civil, Câmara Municipal de Boca da Mata e União dos Vereadores do Estado de Alagoas (Uveal).


Este foi o 4º caso de injúria racial registrado pela em Alagoas em 2023. Somente este ano, também já chegaram ao conhecimento da Comissão da OAB/AL sete casos de intolerância religiosa.


De acordo com a presidente da Comissão, Ana Clara Alves, a OAB, após fazer o acolhimento da vítima, vai acompanhar todo o caso, até que tudo fique esclarecido e, com a comprovação de que trata-se de mais uma situação de racismo, o responsável seja punido. “Estaremos acompanhando as investigações para que os casos de injúria racial em Alagoas não fiquem impunes”, pontua. 

FONTE: OAB

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados