domingo, 25 de fevereiro de 2024
82 99669-5352
Especiais

09/07/2023 às 11h38 - atualizada em 10/07/2023 às 09h56

Acta

MACEIO / AL

Saudade: Um abraço invisível.
Artigo assinado pelo jornalista Lininho Novais
Saudade: Um abraço invisível.
Artigo assinado pelo jornalista Lininho Novais

Saudade, uma palavra de múltiplos significados que nos envolve em suas brumas e nos faz mergulhar em uma montanha-russa de emoções. É uma presença constante em nossas vidas, um sentimento que transcende o tempo e nos lembra da importância das pessoas e dos momentos que passaram.


No corre-corre do dia a dia, muitas vezes nos encontramos cercados por pessoas, mas paradoxalmente, podemos sentir uma solidão intensa. É a saudade que se instala em nosso peito, nos recordando daqueles que não estão mais ao nosso lado, seja pela distância física, pelo tempo ou mesmo pela perda definitiva.


A saudade é um abraço invisível que nos envolve e nos faz sentir falta de alguém, de um lugar, de uma época ou de um sentimento. É um eco nostálgico que traz à tona memórias vivas, rostos queridos, risos compartilhados e conversas interrompidas. É um vazio que se manifesta em momentos silenciosos e nos lembra da fragilidade da existência.


Ela nos visita nos pequenos gestos do cotidiano: ao passar por um lugar que costumávamos frequentar juntos, ao ouvir uma música que marcou uma história de amor, ao sentir o cheiro do perfume de alguém. A saudade é uma dança entre o passado e o presente, onde somos transportados para momentos que nunca mais poderemos reviver.


Porém, a saudade não é apenas melancolia. Ela também é uma prova de que fomos capazes de amar, de sentir conexão com outras pessoas e de criar laços que transcendem a distância. É a certeza de que vivemos momentos significativos e que deixamos marcas profundas nas vidas daqueles que cruzaram nosso caminho.


A saudade nos convida a valorizar o presente, a abraçar com força aqueles que amamos enquanto ainda temos a chance. Ela nos lembra da efemeridade da vida e da importância de aproveitar cada instante com intensidade e gratidão.


Mas a saudade também é um convite à esperança. Nos faz acreditar que, apesar da distância e da ausência, é possível reencontrar pessoas queridas, refazer laços e reviver momentos preciosos. Ela nos encoraja a buscar formas de suprir essa falta, seja por meio de cartas, telefonemas, fotos ou lembranças compartilhadas.


A saudade é uma ponte que conecta passado, presente e futuro. Ela nos ensina que o tempo é relativo e que as emoções são atemporais. Não importa o quão distante estejamos fisicamente de alguém ou de algo que amamos, a saudade mantém viva a chama da conexão e do afeto.


Assim, enquanto vivemos essa experiência humana repleta de encontros e desencontros, abracemos a saudade como um lembrete constante do amor que já sentimos e como uma motivação para criar novas memórias inesquecíveis. Que possamos transformar a saudade em um impulso para vivermos plenamente, abraçando a vida e as pessoas que amamos, sempre cientes de que a saudade é a prova de que somos seres capazes de amar intensamente e de sermos amados em retorno.


E assim, com a saudade como nossa companheira fiel, caminhamos pela estrada da vida, valorizando cada passo, cada abraço e cada lembrança. Porque, no final das contas, a saudade é um lembrete do quão privilegiados somos por termos vivido momentos que nos fizeram sentir tanto e que continuarão a nos envolver, mesmo quando apenas o eco das lembranças permanecer.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados