domingo, 21 de abril de 2024
82 99669-5352
Geral

02/04/2024 às 17h12

Derek Gustavo

Maceió / AL

Empresário que atropelou casal de PMs em Arapiraca volta a negar embriaguez
Edson Lopes da Rocha passou por audiência de instrução nesta terça-feira (2).
Empresário que atropelou casal de PMs em Arapiraca volta a negar embriaguez
Empresário foi flagrado com dificuldade para andar pouco depois do atropelamento. FOTO: reprodução

O empresário Edson Lopes da Rocha, que atropelou um casal de policiais militares que pedalava na rodovia AL-220, em Arapiraca, voltou a negar que estivesse dirigindo embriagado. A afirmação foi feita durante audiência de custódia nesta terça-feira (2).


Uma das vítimas, Cibelly Barboza Soares, morreu por causa do acidente. O marido dela, Gheymison do Nascimento Porto, passou dias internado no hospital e sobreviveu.


Pouco depois do acidente, uma câmera de segurança flagrou o empresário chegando em casa, acompanhado por outra pessoa, demonstrando dificuldade para andar. Testemunhas disseram que Rocha alegou estas embriagado.


Na audiência também foram ouvidos policiais e socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que estiveram no local no dia do acidente. Testemunhas, de acusação e da defesa, também prestaram depoimento ao juiz Alberto de ALmeida, da 5ª Vara de Arapiraca.


Rocha se encontra em prisão domiciliar e responde por 5 crimes:


- Homicídio doloso;


- Tentativa de homicídio contra o também policial Gheymison do Nascimento Porto;


- Omissão de socorro;


- Fugir do local para se esquivar de uma possível prisão em flagrante;


- Dirigir embriagado.


Também é réu no processo o amigo do empresário, identificado como João José dos Santos. ELe é acusado de omissão de socorro e de tentar atrapalhar as investigações.

FONTE: com informações do TNH1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados