Quarta, 17 de julho de 2024
82 99669-5352
Tecnologia

10/06/2024 às 08h21 - atualizada em 10/06/2024 às 10h08

Acta

MACEIO / AL

Apple anuncia hoje iPhone turbinado com inteligência artificial. Veja novidades
Será possível criar memes e editar fotos com IA, Siri dará comandos específicos como 'exclua este email' e telas serão personalizáveis
Apple anuncia hoje iPhone turbinado com inteligência artificial. Veja novidades
Executivos da Apple na conferência anual de desenvolvedores de 2023 — Foto: Philip Pacheco

Quase dois anos após o frenesi da inteligência artificial (IA) generativa começar, a Apple finalmente vai apostar tudo na tecnologia. E pretende tirar o atraso com estilo. Esta, aliás, tem sido a tônica da empresa nos últimos anos. Não foi a primeira a lançar um relógio inteligente, nem os óculos de realidade virtual, nem mesmo os smartphones – quem ainda se lembra do BlackBerry?


Mas, quando a empresa abraça uma nova tecnologia, faz isso com estilo – que o diga o iPhone, o Apple Watch ou o Vision Pro.


E a IA é estrela do evento da conferência anual para desenvolvedores que começa hoje. A empresa vai mostrar seus planos para integrar profundamente a inteligência artificial em seus apps e features.


Sistema com IA e parceria com OpenAi


O novo Apple Intelligence, a tecnologia de IA da marca, estará presente nas novas versões dos sistemas operacionais de iPhone, iPad e Mac, segundo fontes familiarizadas com o tema revelaram à agência de notícias Bloomberg. Os dispositivos vão ganhar ainda um chatbot semelhante ao ChatGPT em parceria com a OpenAI.


Com o Apple Intelligence, será possível criar memes por IA, fazer planilhas e resumos. O foco será mais transversal, com a tecnologia embutida nos devices, aplicativos e funcionalidades da Apple, e menos em serviços específicos, como um novo programa de geração de imagens por IA, por exemplo.


E exigirá que o cliente tenha versões mais recentes de iPhones e iPads – o que a Apple espera que dê um empurrão nas vendas.


Veja abaixo, as principais novidades em IA da Apple e o que será anunciado também de novas funções no iPhone e Apple Watch:


Memes por IA


Um recurso que provavelmente chamará muita atenção entre a Geração Z — e talvez o resto da população — será o emoji criado por IA.


Será possível usar a inteligência artificial para criar personagens personalizados em tempo real, que representam frases ou palavras à medida que são digitadas. Isso significa que haverá muito mais opções do que as da biblioteca padrão de emojis que há muito tempo está incorporada no iPhone.


Edição de fotos


A IA também está chegando ao aplicativo Photos, que incorporará novas capacidades na edição de fotos. Isso tornará mais fácil aprimorar uma imagem ou remover uma pessoa ou objeto do quadro.


Siri e comando de voz


Pela primeira vez, os usuários da Siri poderão ter controle preciso sobre recursos e ações individuais dentro dos aplicativos. Por exemplo, as pessoas poderão dizer à Siri para deletar um e-mail, editar uma foto ou resumir um artigo de notícias.


Com o tempo, a Apple expandirá isso para aplicativos de terceiros e permitirá que os usuários encadeiem múltiplos comandos em um único pedido. No entanto, esses recursos provavelmente só chegarão no ano que vem.


Ícones na tela inicial


Uma novidade a ser anunciada que não tem relação direta com o IA é a maior autonomia para os usuários definirem a aparência de seus dispositivos. No próximo sistema operacional do iPhone — iOS 18, codinome Crystal — os ícones dos aplicativos não precisarão mais permanecer em uma grade organizada. Em vez disso, os usuários poderão colocar os ícones onde quiserem na tela inicial.


Além disso, as cores dos ícones serão personalizáveis pela primeira vez. Isso significa que os usuários poderão tornar todos os seus aplicativos de mídia social azuis ou os ícones relacionados a finanças verdes. Essa é considerada a maior atualização da tela inicial na história de 17 anos do iPhone.


Central de Controle


A Central de Controle, outra parte central do sistema operacional do iPhone, receberá uma interface atualizada que permitirá que os botões de atalho sejam rearranjados e colocados em várias páginas. A Central ganhará também um novo widget de música e uma interface atualizada para controlar dispositivos domésticos inteligentes.


Visual retrô


Os dispositivos da Apple estão recebendo novos pacotes de papel de parede, incluindo versões para Mac que fazem referência a ícones e slogans antigos. Os papéis de parede do iPhone terão opções que se assemelham às das primeiras versões do telefone.


Resumos, notificações e sugestão de respostas


Um componente importante da iniciativa de IA da Apple é a sumarização. A Apple está planejando recursos que podem resumir rapidamente artigos e páginas da web no navegador Safari. Eles também poderão resumir notas de reuniões, mensagens de texto e e-mails.


E a Apple está planejando um recurso de atualização para notificações perdidas, permitindo que os usuários absorvam rapidamente o que perderam quando não estavam olhando para seus telefones. O iPhone também será capaz de criar automaticamente respostas completas para e-mails e mensagens de texto em nome do usuário.


E-mail


O aplicativo Mail está recebendo uma grande atualização também. Ele incluirá um recurso semelhante ao do Gmail que categoriza automaticamente as mensagens recebidas.


Transcrição de gravações


O Voice Memos será turbinado com IA. Será possível transcrever automaticamente gravações. Esse é um recurso que dispositivos Google Pixel e muitos aplicativos de gravação de voz de terceiros já têm há anos.


Efeitos e reações nas mensagens


O aplicativo de mensageria está recebendo algumas mudanças que não envolvem IA, incluindo uma alteração no recurso de efeitos — aquele que permite enviar fogos de artifício e outros elementos visuais para as pessoas com quem você está trocando mensagens. Os usuários agora poderão acionar um efeito com palavras individuais, em vez da mensagem inteira.


Haverá novos ícones coloridos para os Tapbacks, que são uma reação às mensagens, como um joinha ou um coração (hoje os Tapbacks têm uma única cor, cinza). Além disso, os usuários terão a capacidade de usar qualquer emoji como um Tapback. Também será possível agendar uma mensagem para ser enviada posteriormente. E em breve, e isso já foi oficialmente anunciado pela Apple, será mais fácil compartilhar mensagens com usuários de Android.


Hipertensão e aparelho auditivo


O aplicativo Health está recebendo algumas melhorias, incluindo melhor gerenciamento de dados de pressão arterial — em preparação para futuros Apple Watches que terão detecção de hipertensão. O Health também será aprimorado para entender melhor dados e rastreamento de ciclos menstruais. Também haverá suporte para um novo recurso de teste de audição nos AirPods da Apple. Os fones de ouvido receberão um novo recurso de aparelho auditivo, mas isso pode não ser anunciado até o final deste ano.


Vision Pro


O produto mais novo da empresa, o Vision Pro, não terá uma grande reformulação com o visionOS 2 — codinome Constellation — mas o software incluirá recursos como novos ambientes e um aplicativo de senhas e versões do Vision Pro do software do iPad. Isso deve tornar a experiência um pouco mais límpida. No geral, o software estará mais focado em preencher lacunas da primeira versão, em vez de lançar novidades.


Senhas


A Apple vai lançar um aplicativo de senhas para o iOS 18, iPadOS 18 e macOS 15 que oferecerá uma alternativa aos serviços 1Password e LastPass. Este será essencialmente uma versão de aplicativo do recurso iCloud Keychain da empresa, que atualmente está oculto no aplicativo Settings


Modelos compatíveis


Para rodar o processamento de IA, será preciso que os dispositivos sejam mais novos. Ou seja, iPone 15 Pro ou um dos modelos que serão lançados pela Apple este ano. Para Macs e iPads, será preciso modelos com, no mínimo, um chip M1.


Privacidade de dados


Após anos desencorajando o uso de servidores em nuvem para processamento de dados — e até mesmo criticando rivais que o faziam — a Apple agora vai aderir parcialmente a essa prática. Os serviços de IA serão alimentados por sua própria tecnologia e por ferramentas da OpenAI. Os serviços dependerão de processamento no dispositivo ou de computação em nuvem, dependendo da sofisticação da tarefa em questão.


Isso deve gerar uma certa controvérsia entre seus usuários. Por isso, a empresa vai tentar se concentrar, no anúncio de segunda-feira, na divulgação sobre as precauções que vai adotar, incluindo recursos de segurança nos chips que está usando em seus data centers. A Apple também não criará perfis de usuários com base nos dados dos clientes, e a empresa gerará relatórios para mostrar que as informações dos consumidores estão seguras e não estão sendo vendidas ou lidas por terceiros.


Tecnologia embutida


A abordagem da Apple para a IA envolverá a integração da tecnologia em todos os seus aplicativos nos quais isso for possível, de maneira que facilite a vida diária dos clientes. A empresa está menos focada em funcionalidades específicas — como geração de imagens e vídeos — e mais concentrada em recursos de amplo uso. A IA será lançada em versão beta e suas funcionalidades serão opcionais, o que significa que a Apple não obrigará os usuários a adotá-las se não quiserem.


 

FONTE: g1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados