Quarta, 17 de julho de 2024
82 99669-5352
Mundo

14/06/2024 às 17h12 - atualizada em 16/06/2024 às 09h48

Acta

MACEIO / AL

Papa diz a comediantes que não há problema em fazer piadas sobre Deus
Pontífice, entretanto, afirmou que o humor em relação a Deus não pode ser ofensivo.
Papa diz a comediantes que não há problema em fazer piadas sobre Deus
Papa Francisco recebeu humoristas de todo o mundo no Vaticano. FOTO: divulgação/Vatican News

O Papa Francisco recebeu em audiência, nesta sexta-feira (14/06), na Sala Clementina, no Vaticano, cerca de duzentos humoristas do mundo. Dentre eles alguns nomes do Brasil, como Fábio Porchat, Cacau Protásio e Cristiane Werson, e dos Estados Unidos, a atriz e comediante Whoopi Goldberg. 


O Pontífice deu as boas-vindas aos artistas e agradeceu aos membros do Dicastério para a Cultura e a Educação que prepararam este encontro.


O Papa recordou a passagem do Livro do Gênesis, quando Deus promete a Abraão que dentro de um ano ele teria um filho. Sara ouviu e riu por dentro. Ela disse: "Deus me deu motivo para rir com alegria". Por isso, deram ao filho o nome de Isaac, que significa "ele ri".


"Também é possível rir de Deus? É claro que sim, e isso não é blasfêmia, podemos rir, assim como brincamos e fazemos piadas com as pessoas que amamos", disse o Pontífice. 


"A tradição sapiencial e literária hebraica é mestra nisso", disse ele. Porém, "isso pode ser feito, sem ofender os sentimentos religiosos dos fiéis, especialmente dos pobres".


O riso é contagioso


"Tenho grande estima por vocês artistas que se expressam com a linguagem da comédia, do humorismo e da ironia. De todos os profissionais que trabalham na televisão, no cinema, no teatro, na mídia impressa, com músicas, nas redes sociais, vocês estão entre os mais amados, procurados e aplaudidos. Certamente porque são bons, mas há também outro motivo: vocês têm e cultivam o dom de fazer as pessoas rirem", disse o pontífice.


"Em meio a tantas notícias sombrias, imersos como estamos em tantas emergências sociais e também pessoais, vocês têm o poder de espalhar a serenidade e o sorriso. Vocês estão entre os poucos que têm a capacidade de falar com pessoas muito diferentes, de diferentes gerações e origens culturais", disse ainda o Papa.


“À sua maneira, vocês unem as pessoas, porque o riso é contagioso. É mais fácil rir juntos do que sozinhos: a alegria permite o compartilhamento e é o melhor antídoto contra o egoísmo e o individualismo. Rir também ajuda a quebrar as barreiras sociais, a criar conexões entre as pessoas.”


"Ele nos permite expressar emoções e pensamentos, ajudando a construir uma cultura compartilhada e a criar espaços de liberdade. Vocês nos lembram que o homo sapiens também é homo ludens; que a diversão e o riso são fundamentais para a vida humana, para nos expressarmos, aprendermos e darmos significado às situações", sublinhou Francisco.


A seguir, o Papa disse aos artistas que o talento deles "é um dom precioso. Junto com o sorriso, espalha a paz nos corações, entre as pessoas, ajudando-nos a superar as dificuldades e a lidar com o estresse diário". O sorriso "nos ajuda a encontrar alívio na ironia e a encarar a vida com humor". 


O Pontífice citou as palavras de São Tomás More: "Dai-me, Senhor, o senso de humor". "Vocês conhecem essa oração?" Perguntou o Papa aos humoristas. "Vocês precisam conhecê-la", disse ele, encarregando os superiores de divulgá-la a todos os artistas. "Dai-me, Senhor, o senso de humor". "Essa é uma graça que eu peço todos os dias, porque ela me faz encarar as coisas com o espírito certo", disse ainda o Papa.


Despertar o senso crítico fazendo rir e sorrir


“Mas vocês também conseguem outro milagre: conseguem fazer sorrir mesmo quando lidam com problemas, pequenos e grandes fatos da história. Vocês denunciam os excessos de poder; dão voz a situações esquecidas; evidenciam abusos; apontam para comportamentos inadequados. Mas sem espalhar alarme ou terror, ansiedade ou medo, como fazem muitos da comunicação.”


Vocês despertam o senso crítico fazendo rir e sorrir. Vocês fazem isso contando histórias de vida, narrando a realidade, de acordo com seu ponto de vista original; e, dessa forma, falam às pessoas sobre problemas pequenos e grandes.


"De acordo com a Bíblia, na origem do mundo, enquanto tudo estava sendo criado, a Sabedoria divina praticava sua arte para o benefício do próprio Deus, o primeiro espectador da história", disse o Papa, citando uma passagem do Livro dos Provérbios: "Eu estava junto com ele, como mestre-de-obras. Eu era o seu encanto todos os dias, e brincava o tempo todo em sua presença;  brincava na superfície da terra, e me deliciava com a humanidade". 


"Lembrem-se disto: quando vocês conseguirem fazer com que sorrisos inteligentes brotem dos lábios de até mesmo um só espectador, vocês também fazem Deus sorrir", disse ainda o Francisco, afirmando que isso não é uma heresia.


“Vocês, queridos artistas, sabem como pensar e falar com humor em diferentes formas e estilos; e, de qualquer forma, a linguagem do humor é adequada para entender e "sentir" a natureza humana. O humorismo não ofende, não humilha, não prega as pessoas aos seus defeitos.”


Embora a comunicação hoje em dia muitas vezes gere contraposições, vocês sabem como unir realidades diferentes e, às vezes, até opostas. Como precisamos aprender com vocês! O riso do humorismo nunca é "contra" alguém, mas é sempre inclusivo, proativo, desperta abertura, simpatia e empatia. Por favor, rezem e peçam ao Senhor a graça do senso de humor.


Encarar a vida com esperança


"Querido amigos, Deus abençoe vocês e a sua arte. Continuem animando as pessoas, especialmente aquelas que têm mais dificuldade de encarar a vida com esperança. Ajude-nos, com o sorriso, a ver a realidade com suas contradições e a sonhar com um mundo melhor", concluiu.

FONTE: Vatican News

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados