Quarta, 17 de julho de 2024
82 99669-5352
Geral

17/06/2024 às 12h08 - atualizada em 17/06/2024 às 17h29

Acta

MACEIO / AL

Acusado de homicídio por motivação política vai a júri nesta quarta-feira (19)
O crime teria sido motivado por divergências políticas, já que a vítima se opunha ao grupo que governava a cidade na época
Acusado de homicídio por motivação política vai a júri nesta quarta-feira (19)
TJ/AL

O réu Rafael Henrique dos Santos Lima será submetido a júri popular nesta quarta-feira (19), acusado de assassinar Petrúcio de Santana em 2010, no município de Flexeiras, em Alagoas. O crime teria sido motivado por divergências políticas, já que a vítima se opunha ao grupo que governava a cidade na época.


O julgamento, que ocorrerá no Tribunal do Júri a partir das 8h, no Fórum do Barro Duro, será conduzido pelo juiz Geraldo Cavalcante Amorim, da 9ª Vara Criminal de Maceió. Lima responderá por homicídio qualificado.


Segundo testemunhas, Petrúcio de Santana relatava enfrentar problemas políticos com o grupo dominante de Flexeiras, que estava no poder há quase 40 anos.


O caso


De acordo com o processo, na madrugada de 5 de setembro de 2010, Petrúcio de Santana foi assassinado com sete tiros em um bar na cidade de Flexeiras. Conforme a denúncia, Rafael dos Santos Lima teria se aproximado da vítima, descido do carro e afirmado “nunca mais você faz isso”, disparando em seguida e causando a morte de Petrúcio.


A vítima, que era policial civil, tinha desavenças com traficantes locais. Testemunhas relatam que, além de Lima, outras três pessoas estavam presentes no momento do crime.

FONTE: TJ/AL

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados