Quarta, 17 de julho de 2024
82 99669-5352
Polícia

17/06/2024 às 16h51 - atualizada em 18/06/2024 às 16h43

Derek Gustavo

Maceió / AL

VÍDEO: Alagoana relata prejuízo de R$ 300 mil por causa do 'Jogo do Tigrinho'
Influenciadores que divulgavam o golpe foram alvo de operação da Polícia Civil.
VÍDEO: Alagoana relata prejuízo de R$ 300 mil por causa do 'Jogo do Tigrinho'
Mulher denuncia que foi vítima do 'Jogo do Tigrinho' em Alagoas. FOTO: reprodução

Vítima do "Jogo do Tigrinho", uma mulher relatou à polícia que sofreu um prejuízo de R$ 400 mil por participar das apostas anunciadas pelos influenciadores alagoanos investigados pela Operação Game Over, realizada nesta segunda-feira (17). Os jogos foram feitos pelo neto dela.


"Meu neto perdeu tudo que a gente tinha com jogos de aposta online. Começou a jogar por incentivo de outras pessoas e começou a perder. Perdeu o carro, o dinheiro que eu tinha no banco, por fim deu golpe na empresa que trabalhava de R$ 200 mil. Minha casa valia mais de R$ 300 mil e vendi, entreguei pelo débito. Nós perdemos tudo que tínhamos", disse a mulher que preferiu não ter a identidade revelada.


Veja o depoimento:



o "Jogo do Tigrinho" ficou conhecido após um intenso trabalho de divulgação feito por influenciadores de todo o país, que compartilhavam "estratégias" para conseguir grandes ganhos no aplicativo.


Contudo, de acordo com as investigações apontam que os ganhos exibidos por eles eram obtidos em "contas de teste", ou seja, apenas simulação. O objetivo era enganar e atrair novos jogadores.


A vítima relata ainda que o neto precisou mudar de estado por conta de uma dívida de R$ 50 mil junto a um agiota. Ele chegou a vendar duas motos para juntar dinheiro e pagar a dítiva. O patrão ainda pagou parte da dívida dele, que acabou demitido.


"Minha filha está em depressão, eu estou doente. Ele [o neto] está passando fome em outro estado. Minha família desmoronou e a família toda sofrendo por causa desse infeliz desse jogo. Eu não sei como vou continuar a viver. Espero que outras famílias não passem o que minha família está passando hoje", disse no depoimento.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados