Quarta, 17 de julho de 2024
82 99669-5352
Polícia

10/07/2024 às 08h31

Acta

MACEIO / AL

Sexo ao vivo em Teotônio Vilela termina em prisão: criança presencia ato e Conselho Tutelar aciona polícia
Após a divulgação do vídeo, o Conselho Tutelar da cidade tomou conhecimento da presença da criança e acionou a Polícia Militar.
 Sexo ao vivo em Teotônio Vilela termina em prisão: criança presencia ato e Conselho Tutelar aciona polícia
Após a divulgação do vídeo, o Conselho Tutelar da cidade tomou conhecimento da presença da criança e acionou a Polícia Militar. Foto: Cortesia

Uma live que exibia um casal em ato sexual na cidade de Teotônio Vilela, a cerca de 100 km de Maceió, teve um desfecho inusitado e preocupante: a prisão de seis pessoas, incluindo a avó de uma criança de apenas dois anos que presenciou a cena.


O caso foi registrado  na noite de segunda-feira (8) e só veio à tona cerca de 24 horas depois. Após a divulgação do vídeo, o Conselho Tutelar da cidade tomou conhecimento da presença da criança e acionou a Polícia Militar. Ao chegar no local, a equipe encontrou seis pessoas envolvidas: o casal que praticou o ato, a avó da menor e outras três pessoas que assistiam à cena.


Segundo informações do Conselho Tutelar, o pai e a mãe da criança já haviam fugido do local com ela antes da chegada da polícia. O órgão ainda ressalta que, além da exposição da criança a um ato sexual, o caso também pode ser caracterizado como estupro, devido à vulnerabilidade da menor.


Os seis detidos foram encaminhados ao Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Junqueiro, onde prestaram depoimento. O caso segue em investigação pelas autoridades.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 :: Todos os direitos reservados